Dicas

Especialista dá dicas de bons hábitos para iniciar 2020 com o pé direito

Terapia

As dicas são simples e fáceis de serem colocadas em prática e podem auxiliar as pessoas que buscam mudanças positivas para o próximo ano

Mais um ano se encerra e com a chegada de 2020 vêm as tão tradicionais metas e promessas de Ano Novo. As resoluções mais comuns são relacionadas a perda de peso, parar de fumar, conseguir ou mudar de emprego, aprender uma coisa nova, ler mais, passar mais tempo com a família, entre outras. A Psicóloga do São Cristóvão Saúde, Susi de Souza, dá dicas simples que fazem toda a diferença para criar e manter novos e bons hábitos.

Segundo a especialista, o equilíbrio mental e físico é fundamental e está intimamente relacionado a prática de exercícios físicos combinada com outros fatores, isso proporciona muitos ganhos à saúde como explica a Psicóloga.

“Os benefícios do exercício físico vão além do corpo, pois, aumenta nossa qualidade de vida, promovendo: socialização, autoestima, redução do stress e contribuição nos aspectos cognitivos. As atividades físicas liberam neurotransmissores como: endorfina, serotonina, etc, elevando nossa sensação de prazer e bem-estar. Para quem é sedentário, indico iniciar o ano praticando atividades de lazer e que proporcionem bem-estar, ter noites regulares de sono, investir em uma alimentaç& ccedil;& atilde;o natural e na ingestão de chás. Acima de tudo, a pessoa deve se respeitar e dizer não quando sentir necessidade. A psicoterapia é uma boa alternativa, aliado a tudo o que foi mencionado.”

Para facilitar a prática usual de exercícios, inicie com pequenas metas semanais, como por exemplo, reservar dois dias para se exercitar, ou prepare uma lista com alimentos específicos que você sabe que fazem mal a saúde, mas, ainda assim, consome, e faça uma promessa para você mesmo de não ingerir um deles naquela semana. É importante lembrar que de acordo com estudos, é preciso tempo e prática frequente para formar novos hábitos. Para metas mais simples serem incorporadas a rotina, diversos estudiosos afirmam que é necessário 21 dias seguidos para o cérebro se acostumar a completar determinada tarefa. No entanto, a Universidade College London concluiu em um experimento que hábitos mais complexos levam em média 66 dias para se tornarem parte da rotina diária. O importante é não desistir em caso de deslize.

Quanto a escolha da atividade, a psicóloga explica:

“Não há uma regra, cada pessoa deve procurar uma atividade ou estímulo que lhe dê prazer e faça se sentir bem. Pode ser meditação, relaxamento, massagem, leitura ou até ir dormir mais cedo. O conjunto de ações que impactam positivamente o corpo e a mente é que colaboram para um equilíbrio emocional.”, complementou a Drª.

É muito comum que algumas pessoas sejam mais negativas, o que não ajuda em nada o equilíbrio emocional. “Para essas pessoas a minha dica é começar o ano com pensamentos mais positivos, procurar um acompanhamento psicológico com técnicas para trabalhar esse aspecto, como a psicologia positiva, a terapia cognitiva comportamental, entre outras. Além disso, há diversos livros de autoajuda no mercado, busque algum com o título atraente e leia antes as críticas para checar se lhe interessa.”, finalizou a Dra. Susi.

Click para comentar

Escreva uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quanto é 11 + 8 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para prosseguir, você precisa resolver a simples questão matemática acima (assim sabemos que você é um ser humano) :-)

Mais Lidos

Diretor Responsável:
ARNALDO NOLASCO

Jornalista Responsável:
GABRIELA NOLASCO

Endereço:
Rua Carneiro Leão, 290
Sala 21| Bloco 01
CEP: 03040-000 | São Paulo - SP | Brasil
Tel/Fax/Whatsapp: (11) 3272-8186

Copyright © 2020 Gazeta da Mooca, há 25 anos trabalhando a serviço da comunidade.

Topo