Comunidade

Prefeitura e Ministério anunciam investimentos para a rede de Saúde Bucal

A Prefeitura anunciou nesta sexta-feira (20), no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) Cidade Tiradentes, na Zona Leste, investimentos para o fortalecimento da Rede Municipal de Saúde Bucal, por meio do Programa São Paulo Sorridente. O evento contou com a presença do prefeito Fernando Haddad, do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, do secretário municipal da Saúde, José de Fillipi Jr e da primeira-dama do município, Ana Estela Haddad.

Com investimentos de R$ 23 milhões por ano do município e do Governo Federal, o atendimento da saúde bucal contará com 286 novos consultórios odontológicos – sendo que 49 foram instalados e o restante será até o fim do ano. Também serão criadas cinco novas Clínicas/Laboratórios de Próteses e contratadas equipes de saúde bucal para Unidades Básicas de Saúde (UBS) de diversas regiões da cidade.

“Aqui (na cidade) estamos substituindo praticamente todos os consultórios que estavam em situação precária, muitos dos quais não poderiam mais ser utilizados por não ter condições de atendimento. Na prática vai ampliar o atendimento porque são consultórios ou precários ou desativados”, disse o prefeito Fernando Haddad.

Dados da Secretaria Municipal de Saúde mostram que, nos primeiros meses da atual gestão foi realizado um diagnóstico da Rede de Saúde Bucal e constatado que a cidade conta com apenas um dentista para cada 16 mil habitantes e que em 15% das UBS não há este serviço. Além disso, 35% dos 828 consultórios da rede necessitavam de substituição urgente. Receberão novos consultórios 20 unidades localizadas na Zona Norte, 23 na Leste, 28 na Sudeste, 16 na Centro-Oeste e 7 na Sul, totalizando 94 locais – maioria de UBSs.

“A saúde bucal na cidade de São Paulo não vai bem. É uma área de muita preocupação porque pelos indicadores da cidade nós estamos muito aquém do que deveríamos estar e, sobretudo, a população idosa tem uma grande necessidade de atendimento odontológico e não vinha recebendo não em qualidade, mas em quantidade”, afirmou o prefeito.

 

 

As Clínicas/Laboratórios de Prótese existentes terão seus serviços ampliados e cinco novas serão implantadas, uma em cada região da cidade, com capacidade total para confecção de 60 mil próteses totais e parciais por ano. No CEO Tiradentes, por exemplo, serão instalados dois novos consultórios e o laboratório já existente será ampliado. O Ministério da Saúde repassará R$ 2,5 milhões ao município/ano para custear a produção de 1.500 próteses por mês.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, falou sobre a importância de um bom sorriso para a autoestima e vida profissional dos brasileiros. “Essa sensibilidade e conhecimento do sentimento do povo brasileiro que faz a gente se comprometer em ter hoje nao um programa de saude bucal. Eu falo sem erro nenhum de faltar com a verdade: o Brasil Sorridente hoje é o maior programa de saúde pública gratuita na área bucal no mundo inteiro. Nos temos 25 mil equipes espalhadas por todo o Brasil e com esses laboratórios de próteses que o prefeito fernando Haddad assumiu e aproveitou essa oportunidade de que a presidenta Dilma dispõe, nós vamos ter no Brasil inteiro mais de 1.700 laboratórios de próteses.”

Segundo o coordenador da área técnica de saúde bucal da SMS, Douglas Schneider, a unidade passará a realizar duas mil próteses totais e parciais por ano. “Este CEO é a unidade de referência para a região e necessita de ampliação. Assim como as outras unidades, ele receberá novos profissionais e equipamentos clínicos e cirúrgicos completos”, explica.

“As pessoas carentes precisam desse tratamento por não terem condições, as vezes por estarem desempregadas. Eu já provei a minha prótese e estou muito contente, sendo muito bem atendida e precisamos de mais unidades com pessoas que nos tratem assim, com qualidade”, afirmou a paciente Ilda Soares dos Santos, que recebeu hoje a sua prótese.

Contratação de profissionais
A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) também está revendo os contratos de gestão com Organizações Sociais e elaborando termos aditivos para expandir as Equipes de Saúde Bucal da Estratégia de Saúde da Família (ESF) em Cidade Tiradentes, Guaianases, Parelheiros, Capela do Socorro, Cidade Ademar/Santo Amaro, M’boi Mirim e Vila Prudente/Sapopemba. Nestes bairros encontra-se a maior quantidade de UBS sem serviços de saúde bucal. Além disso, a SMS abrirá ainda neste semestre um concurso público para várias especialidades, inclusive para a área odontológica. Estão previstas 200 vagas para Dentistas, 50 para Técnicos em Saúde Bucal e 148 para Auxiliares de Saúde Bucal.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quanto é 5 + 4 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para prosseguir, você precisa resolver a simples questão matemática acima (assim sabemos que você é um ser humano) :-)

Mais Lidos

To Top