Saúde

Capital paulista terá mobilização contra sarampo e poliomielite neste sábado (1º)

Divulgação/Ministério da Saúde

Cerca de 90 unidades de saúde da rede municipal estarão de plantão para ampliar a cobertura vacinal; objetivo é chegar a 95% do público-alvo

Pais e responsáveis terão, neste fim de semana, mais uma oportunidade de levar as crianças de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias de idade para receber as vacinas que protegem contra a poliomielite e o sarampo.

Cerca de 90 postos de saúde do município de São Paulo estarão em plantão neste sábado (1º) para atender à demanda remanescente da campanha de vacinação, conforme recomendação do Ministério da Saúde.

A lista com os locais e horários de aplicação da dose pode ser acessada aqui. A campanha de imunização contra o sarampo e a pólio (paralisia infantil) aplicou 943.132 doses até o momento. Desse total, 473.753  foram contra a pólio e 469.379 da tríplice viral, que além de sarampo, também protege contra caxumba e rubéola. É importante destacar que uma mesma criança pode ter tomado as duas vacinas na mesma ocasião.

O objetivo da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo com esta ação é atingir 95% de cobertura vacinal. Para isso, além de disponibilizar as doses em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) da capital paulista durante a semana, também realizou ao longo do mês de agosto três dias “D” de mobilização (4, 18 e 25/8) para aplicação das vacinas aos sábados.

A estratégia ainda incluiu a instalação de postos volantes em locais estratégicos, busca ativacasa a casa e vacinação em instituições de ensino infantil públicas e privadas. Entre segunda (27) e quarta-feira (29), a força-tarefa extramuros contabilizou 37.196 mil crianças dentro do público-alvo matriculadas nas escolas visitadas, das quais 35,8% haviam recebido as vacinas no período da campanha. Foram aplicadas 3.758 doses da vacina de pólio e 3.737 da tríplice viral em crianças que tinham autorização dos pais e responsáveis.

É importante ressaltar que a ação preventiva é voltada exclusivamente para crianças de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias de idade. A adesão é fundamental para reduzir o risco de reintrodução da poliomielite no Brasil assim como o de circulação de sarampo e rubéola na capital paulista.

A secretaria reforça que as crianças devem receber as vacinas contra a pólio e o sarampomesmo que a carteirinha de vacinação esteja em dia. Para se vacinar, é preciso levar documento de identificação e, se possível, carteira de vacinação e cartão SUS.

Click para comentar

Escreva uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quanto é 6 + 4 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para prosseguir, você precisa resolver a simples questão matemática acima (assim sabemos que você é um ser humano) :-)

Mais Lidos

Diretor Responsável:
ARNALDO NOLASCO

Endereço:
Rua Carneiro Leão, 290
Sala 21| Bloco 01
CEP: 03040-000 | São Paulo - SP | Brasil
Tel/Fax: (11) 3272-8186

Copyright © 2018 Gazeta da Mooca, um jornal a serviço da comunidade.

Topo