Avisos

Dezembro Vermelho: Conscientização e Prevenção ao HIV/Aids e ISTs

No dia 27 de outubro de 1988, há 31 anos, a Assembleia Geral da ONU e a Organização Mundial de Saúde instituíram o dia 1º de dezembro como o Dia Mundial de Luta contra a Aids, cinco anos após a descoberta do vírus causador da aids, o HIV. A iniciativa foi bem aceita e, até hoje, o Primeiro de Dezembro é marcado em todo o mundo como a data para o combate ao preconceito e ao estigma em torno da doença. Como enfrentar a AIDS como sociedade?

Cada um de nós precisa ter boas práticas de prevenção e saúde. Quase 11 mil brasileiros morreram no ano passado tendo o HIV ou a Aids como causa básica, segundo dados do Ministério da Saúde divulgados nesta quinta-feira (30).

Entre 2007 e junho de 2023, foram notificados 489.594 casos de infecção pelo HIV no Brasil. A maior incidência é entre homens e na faixa etária entre 25 e 39 anos. Na avaliação do ministério, o principal gargalo hoje é a testagem: testa-se pouco no país. Para tentar reverter a situação, o Ministério da Saúde pretende distribuir 27 milhões de testes para detecção conjunta do HIV e da sífilis.

Por outro lado, a avaliação da pasta é que o tratamento tem acompanhado a identificação da doença e dado conta de atender a todos que recebem o diagnóstico. Assim que uma pessoa recebe o diagnóstico do HIV, precisa iniciar o tratamento com antirretrovirais.

Um outro ponto sensível é a profilaxia para quem vai se expor ao risco do contato com o vírus. A profilaxia pré e pós exposição é oferecida gratuitamente pelo sistema de saúde, mas ainda há reclamações sobre a dificuldade de acesso.

A Profilaxia Pré-Exposição consiste na tomada de comprimidos antes da relação sexual, que permitem ao organismo estar preparado para enfrentar um possível contato com o HIV.

Já a Profilaxia Pós-Exposição é o uso de medicamentos para pessoas que tiveram situações de risco de contágio, como violência sexual, relação sexual desprotegida ou acidente ocupacional (contato com material possivelmente contaminado). A meta do Ministério da Saúde é fazer com que mais de 200 mil pessoas tenham acesso a profilaxia de pré-exposição por ano até 2026.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quanto é 15 + 12 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para prosseguir, você precisa resolver a simples questão matemática acima (assim sabemos que você é um ser humano) :-)

Mais Lidos

To Top