Comunidade

Nova tecnologia acelera as obras do trecho leste do Rodoanel

Nesta quinta-feira, 15, o governador Geraldo Alckmin visitou as obras do trecho leste do Rodoanel. Na ocasião, Alckmin conheceu um novo equipamento que vai agilizar o andamento da construção de duas pontes. “A máquina permite que o que levava um mês, seja feito em uma semana. Dá para fazer 60 metros de pista em uma semana”, garantiu o governador.
“É uma tecnologia nova vinda da Europa. Vai ser um ganho para São Paulo, para o Brasil e para a engenharia brasileira”, disse Alckmin sobre o equipamento de autocimbramento, inédito em obras viárias na América Latina. Com este equipamento será possível a implantação de até 60 metros de tabuleiro de ponte por semana, pelo método tradicional a mesma quantidade de pavimento levaria 30 dias para ser concluída.
São 32,5 km entre Mauá, Arujá e Guarulhos. Mais de 1 km em túneis e 16 km ao todo entre pista elevada, viadutos e pontes. Nesse trecho, as pistas estão sendo construídas de forma suspensa e o uso do equipamento evitou o deslocamento de 4,5 milhões de m³ de terra. “A pista sendo elevada não interfere nas várzeas do rio Tietê. Preserva o meio ambiente, preserva as águas. Não causa problema de alagamento, não interfere na macrodrenagem”, explicou Alckmin.
A construção deste trecho do Rodoanel tem entrega prevista para março de 2014. Hoje, são 56 frentes de trabalho simultâneas que empregam mais de 5.750 trabalhadores, entre empregos diretos e indiretos.

Obras do Rodoanel Trecho Leste

Trecho Leste

Com 43,5 quilômetros de extensão, o trecho Leste do Rodoanel tem início na interligação com o trecho Sul na saída da Avenida Papa João XXIII, em Mauá, e termina na Rodovia Presidente Dutra (BR-116), em Arujá, interligando as rodovias João Afonso de Souza Castellano (SP-66), Ayrton Senna (SP-70) e Presidente Dutra (BR-116).
Somente a parte Leste do Rodoanel cortará os municípios de Arujá, Itaquaquecetuba, Mauá, Poá, Ribeirão Pires e Suzano. Em conexão com o trecho Sul e o Sistema Anchieta-Imigrantes também viabilizará uma ligação mais rápida e eficiente com o Porto de Santos e o Aeroporto Internacional de Guarulhos.
Além disso, será uma alternativa para desafogar o tráfego no Corredor Jacú-Pêssego, que liga a zona leste da capital à região do ABC. A estimativa é que a redução no tempo de viagem seja de cerca de uma hora no horário de pico.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quanto é 7 + 15 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para prosseguir, você precisa resolver a simples questão matemática acima (assim sabemos que você é um ser humano) :-)

Mais Lidos

To Top