Dicas

O que você nunca soube (mas precisa saber) sobre o seu cartão de crédito

Boa parte dos brasileiros possui um cartão de crédito no bolso – mas poucos realmente sabem como ele funciona. Não entendem como são calculadas taxas e os juros cobrados pelos bancos, ou quais as partes formam um cartão de crédito. Confira aqui essas informações:

Os números: Todos os cartões de créditos possuem 16 dígitos numéricos e nem todos são usados para te identificar, mas possuem outras informações úteis.
O primeiro dígito do cartão determina qual a bandeira do cartão. Os dígitos 2 a 6 indicam qual o banco emissor, enquanto os de 7 a 15 trazem o número da conta bancária e são únicos. O dígito final é chamado dígito de verificação e é usado por um algoritmo para determinar se o número provido é valido.
O código de segurança: Na maioria das vezes em que fazemos uma compra por telefone ou online, é requisitado o código de três números de trás do cartão ou o de quatro números da frente de um cartão American Express.
No Brasil, chamamos a sequência de “código de segurança”. O código é usado como uma validação adicional para as transações em que o cartão não se encontra presente. É um número que não deve ser registrado ou guardado por vendedores, lojas online e sistemas de pagamento virtual.

A tarja: A tarja que acompanha todo o comprimento do cartão é feita com partículas de metal e magnetizada para, também, guardar informações.

Funciona como um empréstimo: Na realidade, o cartão de crédito também é um simples empréstimo. Quando você resolve parcelar uma fatura, pagando o valor mínimo, você acaba contraindo um empréstimo. E como qualquer outro banco, ele também cobra taxas por tal empréstimo.
Por exemplo: se você parcela uma fatura em 12 vezes, terá de pagar um juro em cada uma das parcelas. No final, aquela fatura original sairá muito mais cara do que se tivesse pago logo de início.

As taxas de juros variam: Nem todos os cartões de crédito cobram os mesmos juros, incluindo cartões que possuem a mesma bandeira.
É o banco que determina os juros específicos de cada cartão, ou seja: os juros de um cartão Visa emitidos pelo banco X podem ser maiores do que os juros de um Visa do banco Y.

As letras pequenas: Não importa o quão simples sejam, elas não podem ser entendidas se não forem lidas. Por isso, o mais importante ao pegar um cartão de crédito, é ler o contrato.
Ele deixa claro quais as taxas que serão cobradas e por quanto tempo a taxa é garantida, como é calculada e outras informações, como seus direitos e responsabilidades com o cartão.

Click para comentar

Escreva uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quanto é 15 + 15 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para prosseguir, você precisa resolver a simples questão matemática acima (assim sabemos que você é um ser humano) :-)

Mais Lidos

Topo