Saúde

Pimenta: o tipo certo ajuda a emagrecer e até previne câncer

As pimentas são benéficas para o organismo porque possuem atividades antimicrobiana, anti-inflamatória, anticancerígena, melhoram a digestão, diminuem os níveis de colesterol e, por ter efeito termogênico, ou seja, acelerar o metabolismo, ajudam a emagrecer.
Para colher tais benefícios é preciso que a pimenta seja do gênero Capsicum. As mais comuns são: pimenta de cheiro, malagueta, dedo-de-moça, biquinho e cambuci.
A quantidade de capsaicinoides de cada uma destas pimentas varia de acordo com a ardência dos frutos, quanto mais picante, maior a quantidade do princípio ativo.
As pimentas do gênero Capsicum são ricas em vitamina C que aumenta as defesas do organismo, ajudando na prevenção e no combate de infecções como a gripe. Ela também age como um antioxidante, neutralizando os radicais livres instáveis que podem causar danos ao organismo e o envelhecimento. Além disso, esta vitamina fornece resistência aos ossos e dentes e facilita a absorção de ferro no organismo.
Outra vitamina muito presente nestas pimentas é a E. Ela é antioxidante, retarda o envelhecimento e ainda protege o organismo contra Parkinson, Alzheimer, câncer e doenças cardiovasculares.
Os carotenoides, o mesmo pigmento vegetal da cenoura, também estão presentes nas pimentas. Eles se transformam em vitamina A, beneficiando a visão, a integridade dos epitélios (células que revestem o corpo e formam uma barreira contra infecções) e o crescimento e desenvolvimento do esqueleto. Também previne doenças como catarata e artrite.
E os capsaicinoides vão além: diminuem os níveis de colesterol, melhoram a digestão e aumentam o gasto calórico ajudando a emagrecer.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quanto é 10 + 15 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para prosseguir, você precisa resolver a simples questão matemática acima (assim sabemos que você é um ser humano) :-)

Mais Lidos

To Top