Comunidade

Na madrugada, Virada Esportiva em SP tem crianças e idosos à espera de diversão

Às 2h30 do domingo (22), no Vale do Anhangabaú, centro de São Paulo, formava-se uma fila de cerca de cem pessoas.

A espera, em plena madrugada, chegava a quatro horas.

Na maioria, eram adolescentes em busca de aventura. Pretendiam se atirar, com segurança, do alto do Viaduto do Chá, em uma tirolesa de 100 metros de comprimento.

A atração foi uma das mais disputadas da 7ª edição da Virada Esportiva –evento com cerca de 2.000 atividades em mais de 200 pontos da cidade que ocorreu das 8h de sábado às 18h de ontem na capital paulista.

O clima na região central era tranquilo para quem quisesse praticar arco e flecha, pular numa cama elástica ou treinar le parkour (modalidade em que o praticante pula de obstáculos, como muros, bancos etc.).

 

Houve ainda os que preferiram experimentar um pouco de cada exercício.

Cláudio Glicério, 23, já havia feito escalada, rapel e tirolesa no Anhangabaú quando decidiu ir para o “point” de patinação no parque Ibirapuera, na zona sul.

“Pela primeira vez na Virada, fiz outras coisas além de patinação, foi bom ir lá no centro ver o que tinha e conhecer outros esportes”, conta ele, que pretendia virar a noite patinando na marquise do parque.

O movimento por lá era grande quando a fotógrafa Alessandra Sanches, 44, chegou, na noite de anteontem com o marido, de skate, os dois filhos e um sobrinho sobre rodinhas.

Patinadores de todas as idades jogavam hóquei ou deslizavam entre obstáculos sob a marquise.

 

Tirolesa-2-divulgação

CHUTES E SOCOS

Também na zona sul, uma aula de kickboxing no Centro Esportivo do Ipiranga contou com 22 pessoas que deram chutes e socos no ar da 0h30 até 1h30 de ontem.

Entre os participantes, estavam os animados Felipe Emídio, 5, e Rodrigo Melo, 8, acompanhados de suas mães.

No Sesc Santana, na zona norte, a costureira Maria Noilda, 53, e a neta Ingrid Oliveira, 13, pedalaram dentro de uma piscina até as 23h30 de sábado ao lado de outras dez pessoas animadas.

A aula foi realizada no ambiente com as luzes apagadas e com lanternas penduradas nas “bikes” dentro da água.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quanto é 13 + 6 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para prosseguir, você precisa resolver a simples questão matemática acima (assim sabemos que você é um ser humano) :-)

Mais Lidos

To Top