Comunidade

Quais as ruas com mais roubos e furtos de celulares em SP?

Levantamento exclusivo feito com base nos números disponibilizados pela Secretaria de Segurança Pública do estado de São Paulo (SSP-SP) mostram que, neste ano, Avenida Paulista liderou o ranking de mais furtos e roubos de celulares entre todas as ruas da capital. Em seguida, aparece a Rua Augusta, que conecta o bairro dos Jardins à região central da cidade, constante alvo de ação de criminosos. 

Depois, estão a Rua da Consolação e a Avenida do Estado, também no Centro, região conhecida por roubos enquanto os carros estão parados no trânsito e no semáforo. Os endereços se tornaram alvos recorrentes da chamada “gangue da pedrada”, que são os criminosos que quebram vidros de veículos para furtar celulares. 

Porém, outros bairros também apareceram entre as 20 ruas mais perigosas, como o de Pinheiros, considerado um dos mais nobres da cidade. A Rua Henrique Schaumann, por exemplo, que ocupou a 12ª posição no ranking, teve 352 roubos e furtos neste ano, mas 316 deles ocorreram no mês de fevereiro, durante o feriado prolongado do Carnaval. O mesmo pôde ser observado na Rua dos Pinheiros. 

Na Avenida Brigadeiro Faria Lima, placas foram espalhadas pelas calçadas para alertar sobre o “alto índice de roubo de celular” no local. De acordo com os dados da SSP, o endereço apareceu em quinto lugar, com 745 celulares subtraídos em 2023. 

Já no Centro, a Polícia Militar afirmou que, de 4 a 10 de setembro, houve uma redução de 31% nos roubos pela 23ª semana consecutiva nos bairros Campos Elíseos e Santa Cecília. Em comparação com o mesmo período do ano passado, a queda foi de 139 para 96 ocorrências. A PM informou ter reforçado o policiamento ostensivo na região, com mais de 120 policiais diariamente nas ruas do Centro da capital, e que a Polícia Civil intensificou as investigações para prender grandes responsáveis pelo tráfico de drogas que abastece a região da Cracolândia. De acordo com a nota, uma rede clandestina de receptadores de aparelhos telefônicos foi identificada após ações desenvolvidas pela polícia. 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quanto é 5 + 11 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para prosseguir, você precisa resolver a simples questão matemática acima (assim sabemos que você é um ser humano) :-)

Mais Lidos

To Top